Neste artigo vamos explicar como é possível realizar a integração entre o sistemas de gestão de saúde MV e Tasy com a Track


O MV e o Tasy estão entre os principais Sistemas de Gestão de Saúde e é possível integrá-los com a Track de duas formas: API e SFTP. 


Integração com API


Para realizar a integração desses sistemas com a Track sua TI poderá utilizar nossa API V2. O seu time de Tecnologia deve implementar em seu sistema gatilhos que serão os responsáveis, quando acionados, pelo envio dos dados dos pacientes e o agendamento da pesquisa para a plataforma. Esses gatilhos podem ser, por exemplo, quando um paciente finalizou uma consulta, realizou um agendamento ou recebeu alta.


Realizando integração utilizando API


Integração via SFTP


A integração via SFTP é uma integração customizada onde criamos uma automação para capturarmos os arquivos com os clientes que deverão receber a pesquisa em um servidor SFTP. Esse tipo de integração possui custo de implementação que deve ser consultado juntamente ao Sucesso do Cliente (sucesso@track.co).

Para que seja possível disparar utilizando o SFTP é necessário que sua TI extraia as informações desses sistemas em arquivos, que podem ser .txt ou .csv, que serão disponibilizados em um servidor SFTP onde realizaremos a captura dos mesmos para disparos que ocorrerão conforme frequência definida previamente. 
Importante: É necessário que a definição das tags (nomes e posições)  das campanhas sejam feitas previamente para que que o time de Tecnologia da Track possa construir a automação. Alterações/exclusões das tags após a automação ter sido concluída implicará em custos por conta da nova implementação. 


Caso tenha ficado qualquer dúvida estamos à disposição para esclarecê-las nos seguintes canais: